sábado, 26 de fevereiro de 2011

La "Saint Jean" à Campina Grande, au nord-est du Brésil

video

Les fêtes populaires qui se passent au mois de juin (parfois se prolongeant jusqu'au mois de juillet) sont connues comme "Festas Juninas" et, surtout au nord-est du Brésil, elles sont aussi importantes que le carnaval.
La musique chantée et dansée c'est le "forró" qui donne à l'ambiance un brin de gaité et joie.
Impossible rester imobile!!!!!
La gaité se voit aussi au décor et aux vêtements bien colorées.
Les plats typiques surtout fait avec du maïs, de la noix de coco et des cacahuettes.
Des boissons chaudes avec la "cachaça", bien sûr, et même du vin.
N'oublions pas que c'est l'hiver ici (même si on ne connaît pas les basses temperatures européennes).

sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

Chefe, eu????

Dirá, com certeza, a Sandra, quando for chamada assim.
Gerente, ainda vai, mas chefe?...nunca!!!!!!
Está mais pra amiga, companheira, conselheira, incentivadora, colaboradora e, é claro, minha "seguidora" fiel!
Pessoa capaz de rir de si mesma, de nos contar suas gafes antes de ter coragem de falar mal de alguém.
Sua memória infalível (sem contar seus dias de black out pós dengue) nunca nos deixa na mão. É nosso site de busca preferido.
Sabe TUDO de legislação ambiental!
Nas horas vagas (ela ainda consegue ter horas vagas?) é a Sandra Mariquinha, cozinheira de forno e fogão, tricoteira de mão cheia, fotógrafa digna de ter publicações em qualquer revista do ramo. E canta, a danada! Tem uma voz linda! E se ela inventar qualquer outra coisa, pode ter certeza: vai sair bem feito!
E quem não acredita em almas gêmeas, é só olhar para o casal Chico&Sandra. Se fossem irmãos, não seriam tão parecidos!
Inteligente e bem humorada tem, entretanto, um ponto fraco: quer ver brilhar seus olhinhos azuis? Ponha em sua frente uma "bacia" de pipoca... E divirta-se!!!

quinta-feira, 24 de fevereiro de 2011

Reforma de apartamento

Mais um trabalho gostoso, de uma parceria fruto de amizade de mais de 30 anos!
Pensando bem, isso também merece um capítulo posterior!
É isso aí, Rose!  É você no meu blog!!!!!


quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Pão de queijo

Todo mineiro tem, pelo menos, uma receitinha de pão de queijo.
Com polvilho azedo, com polvilho doce, com batata, receita rapidinha de liquidificador e, é claro, "aquela" que é segredo de família.
Minha mãe faz um pão de queijo delicioso, mas nem ela sabe a receita. Já virou automático!
Eu mesma já testei umas tantas e cheguei à que agrada mais ao paladar de meus juízes mais fiéis: meus filhos.
Então aí vai:

Meu pão de queijo

Ingredientes

1 quilo de polvilho azedo (é muito importante utilizar polvilho de boa qualidade, já testado anteriormente);
1/2 prato fundo de óleo;
1 prato fundo de leite, para escaldar o polvilho;
4 ou 5 ovos;
sal a gosto;
1 prato fundo de queijo meia cura ralado.

Modo de fazer
Escaldar o polvilho com o óleo e o leite fervendo.
Sovar bem a mistura e deixar esfriar um pouco. 
Por os ovos, um a um, até que estejam bem incorporados à massa. 
Amolecer com leite frio, até o ponto de enrolar. (A massa deve ficar mais mole, ainda grudando nas mãos, senão a casca do pão de queijo fica ressecada).
Só então, acrescentar o queijo e o sal, temperando com sal a gosto.

Fazer as bolinhas, com o auxílio de duas colheres, ou, se preferir, enrolando cada uma com as mãos, untadas com óleo. Ir colocando em um tabuleiro untado, guardando um espaço entre elas.
Levar ao forno pré-aquecido (180°) até que comecem a dourar.

Atenção: Ao retirar os pães de queijo do forno, evitar que peguem uma corrente de ar, para que não corram o risco de murchar.

Atendendo ao pedido da Emília, vou explicar "escaldar". Por o leite e o óleo em uma panela e levar ao fogo. Quando ferver, despejar essa mistura, ainda quente, sobre o polvilho e misturar bem.




terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Mais uma descoberta!!!

Descobri que posso agendar uma data para determinada postagem...
Assim, posso passar o fim de semana no meu Canto do Tico-tico, tranquilamente, e deixar alguma coisinha prevista.
Já disse que vou descobrir como funciona direitinho esse tal de blog!!!!

Adoro bolsas!!!!!!

Esta eu fiz com muito carinho para a Zana, de quem fui "amiga oculta" no último natal e, de quem espero ser amiga declarada por toda minha vida! 


Zana é uma pessoa que merecerá um capítulo à parte. Fiquem curiosos até lá...só digo que vai valer a pena esperar!!!

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2011

"E a sobremesa... é goiabada cascão..."

Fim se semana gostoso, com direito a chuvinha boa, jardim florido e, é claro, um belo fogo no fogão a lenha.
O resultado foi essa delícia que, infelizmente, não estou podendo comer.
Um ano sem doce! Imagina? Mas o motivo vale a pena, com certeza!
Por um filho, faço esse e outros sacrifícios, com certeza!

Goiabada cascão

Ingredientes :
1 litro de polpa de goiaba;
1/2 litro de açúcar;
Suco de 1 limão;
Água o suficiente para cozinhar as polpas.


Modo de fazer:
Retira-se o miolo das goiabas e todos os pontinhos que houver nas polpas. Não é necessário descascá-las.
Levar ao fogo as polpas, o suco de limão e a água. Quando estiverem bem cozidas, acrescentar o açúcar e mexer bem até dar o ponto desejado.


quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

Le Brésil en quelques mots, quelques photos, quelques saveurs...

De temps en temps, petit à petit, je vous ferai connaître un peu mon grand pays.
Je vous demande de m'excuser si je fais des fautes et, surtout, n'hesitez pas à me les faire remarquer. Comme j'ai déjà dit: je ne suis qu'une éternelle apprentie...

Pourquoi "Canto do Tico-Tico"?



Il faut expliquer que le  tico-tico c'est un petit oiseau brésilien, un peu taché de marron et noir. Il faut dire aussi, que son chant (en brésilien "canto") est très joli.
Quand j'étais petite, comme j'avais quelques taches de rousseur, ma mère m'appelait tico-tico à chaque fois que je faisais une bêtise. Le plus drôle, c'est que j'aimais ça...
Il y a cinq ans, quand j'ai commencé à construire ma petite maison à la campagne, à 50 km de la ville de Belo Horizonte, un ami m'a demandé comment je la nommerais. Je n'avais pas pensé à ce sujet et c'est lui qui a suggéré: Canto do Tico-Tico.
J'ai aimé tout de suite!!!!! Principalement par le double sens du mot "canto"qui peut signifier le "chant" des "tico-ticos" qui peuplent la région et aussi mon "coin" - l'endroit où je peux tout faire! Surtout me salir les mains et donner des ailes à mon imagination, à ma curiosité d'éternelle apprentie.
Et pour en finir, dans le véranda de ma maison, avant même qu'elle ne soit prête, un nid a été construit. Devinez de quoi? Eh bien, coïncidence ou pas, de tico-tico.
Plus de doute: c'est "Canto do Tico-Tico" !!!!!!!!!

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Eu não disse?

Aprendi mais uma coisinha sobre blogs. Já sei como colocar os "marcadores" e classificar meus assuntos por tema. Ufa!!!! Estou tentando isso desde o começo!
 Aos pouquinhos, lendo um pouquinho aqui, um pouquinho ali, vou aprendendo a fazer você ficar com vontade de ler mais...

Filé mignon

Do almoço de hoje para o Canto do Tico-tico.

Filé mignon com alcaparras e pimenta biquinho
O filé mignon é uma das carnes bovinas mais macias que nós temos. Porém, se não prestarmos atenção na hora do corte, que deve sempre ser feito no sentido das fibras (vale para as outras carnes também!), fica irreconhecível, de tão duro.
Dentre as várias maneiras de prepará-lo, minha preferida é também a mais fácil...
Corte-o em pedaços largos (entre 2 e 3 dedos de largura).
Aqueça bastante uma frigideira, com um pouquinho de azeite ou manteiga.
Quando estiver bem quente, coloque os filés, sem tempero ou sal - no máximo 3 pedaços de cada vez.
Deixe 3 minutos (para fechar os poros da carne) e, só então, vire-os e tempere o lado que já foi grelhado com sal, pimenta do reino moído, ou, simplesmente, com seu tempero preferido. Eu uso Gril, da Maggi.
Deixe mais 3 minutos, vire e tempere o outro lado. 
Se gostar dele mal passado, está pronto para ser servido. Se preferir ao ponto ou bem passado, deixe mais alguns minutos de cada lado, até que atinja o ponto desejado.

Só resta guarnecer a gosto e servir acompanhado de um bom risoto.

DICA: Quando for usar alcaparras, jogue fora a salmoura e passe-as em água corrente para diminuir o sal.

segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

De garagem de jet ski a um loft bacaninha!!!

Fruto de parceria antiga com minha grande amiga Rose!

À beira de um lago, o cliente não só queria guardar seu jet ski, mas ter um cantinho gostoso para desfrutar com sua esposa, filho e amigos.




Um desafio agradável de ser realizado e que, depois de pronto, ficou ainda mais bonitinho que o esperado!

sexta-feira, 11 de fevereiro de 2011

Quiche Lorraine

É outra de minhas "especialidades". (eu, especialista????).
Aprendi com uma legítima "lorraine" e acabei adaptando-a ao meu gosto.
Excelente para o lanche da tarde. Fácil de fazer, rapidinha e deliciosa.

Ingredientes:
Massa
1 xícara (chá) de farinha de trigo;
1/2 xícara (chá) de manteiga com sal;
Água

Recheio
1 xícara (chá) bem cheia de muçarela picada em quadradinhos;
1 xícara (chá) rasa de presunto picado em quadradinhos;
1/2 xícara (chá) de bacon picado em quadradinhos.

1 lata  de creme de leite;
4 ou 5 ovos, batidos inteiros.

Modo de fazer
Misture a farinha e a manteiga e vá amolecendo aos poucos com água (mais ou menos 1/2 xícara (chá)). A massa não pode grudar muito nas mãos, mas não deve ficar muito dura.
Faça uma bolinha com a massa e deixe descansar na geladeira, enquanto pica os outros ingredientes.
Abra bem a massa em uma forma retangular, jogue os quadradrinhos por cima e, por último, a mistura do creme de leite com os ovos.
Leve ao forno 180°, por aproximadamente 30 minutos ou até a quiche começar a dourar.


PS. No Houaiss "muçarela: substantivo masculino; m.q. mozarela"

quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Porque "Canto do Tico-tico"

Quando eu era criança, meio sardenta, minha mãe me chamava de tico-tico sempre que estava brava comigo. O engraçado, é que eu gostava (preferia isso a ser chamada carinhosamente de "caruncha"!!!!).
Há cinco anos, quando comecei a construir meu refúgio em Moeda, uma cidadezinha a 50km de BH, um amigo me perguntou que nome eu daria. Eu não tinha nem pensado nisso e foi ele quem sugeriu: Canto do Tico-tico.  Ele sempre me chama de tico-tico...
Gostei!!!!! Principalmente pelo sentido duplo: pode ser uma referência ao canto dos tico-ticos que povoam a região e ao "meu" canto - aquele lugar onde posso tudo! Principalmente meter as mãos na massa e dar asas à minha imaginação, à minha curiosidade de "eterna aprendiz".
E, como se não bastasse, na varanda de minha casinha, antes mesmo que ela estivesse pronta, apareceu um ninho. Adivinhem? Pois é, coincidência ou não, de tico-tico.
Sem mais dúvidas: é Canto do Tico-tico!!!!!!!!!

quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

terça-feira, 8 de fevereiro de 2011

Sacolas customizadas

Queria levar uma lembrancinha para minhas amigas na França. Algo que não pesasse no bolso nem na mala. Então, comprei essas sacolas e customizei, pensando no que cada uma gostaria mais. É lógico que fiquei com uma!!!!




segunda-feira, 7 de fevereiro de 2011

Ainda vou descobrir como funciona direitinho esse tal de blog!
Aos pouquinhos, vocês vão ver: chego lá!!!!!!!

Um pouco de pintura...

Essa é a minha janelinha... no Canto do Tico-tico

Duas janelinhas, idealizadas e pintadas por mim, para uma amiga.

domingo, 6 de fevereiro de 2011

Pão de mel

Então vamos lá!!!
Uma das receitas favoritas de meus filhos, genro, nora, sobrinhos, amigos, amigos de amigos...
Vale a pena experimentar, com cobertura de chocolate branco. Tem gosto de quero mais!

500g de açúcar mascavo
1 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de mel
4 ovos inteiros
1 colher (chá) de canela em pó
1 colher (chá) de cravo moído
1 colher (chá) de noz moscada ralada
1 colher (chá) de essência de baunilha (opcional)
1 colher (chá) de fermento em pó
500g de farinha de trigo peneirada

Leve ao fogo o açúcar e o leite, mexendo bem até dissolver completamente o açúcar. Peneire, misture o mel, os ovos e os condimentos. Bata bem e vá juntando aos poucos a farinha peneirada com o fermento. Leve para assar em tabuleiro grande, untado com margarina e polvilhado com farinha de trigo, por aproximadamente 20 minutos em fogo médio. Deixe esfriar completamente, corte no tamanho e formato desejados e dê banho com chocolate. Pode ser guardado de 15 a 20 dias.

sábado, 5 de fevereiro de 2011

Só pra começar...

Ainda não entendo bem como funciona, mas o importante é tentar...
Então, aqui vamos nós!
A idéia é ter de tudo um pouco - como na minha vida - espero ter ânimo e vontade pra seguir em frente!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...