quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Geléia de jabuticaba 2




Época de jabuticabas de novo!
Tanta gente me pedindo receita de geléia, que resolvi fazer diferente...
Bom, se está aqui, é porque deu certo!

Ao invés de ferver as jabuticabas com casca e tudo e depois espremer, fiz o contrário: espremi as jabuticabas, coei e só aí então, levei ao fogo com o açúcar.
A cor não ficou tão bonita mas, a geléia ficou mais fina e o gosto, um pouco mais suave!
Sinceramente, não sei qual é a minha preferida!

A medida é a mesma: para 1 litro de suco, 1/2 litro de açúcar.

terça-feira, 3 de novembro de 2015

"Não mexa nas minhas gavetas"...

Procurando um título para esta postagem, lembrei-me dessa expressão que eu nunca tinha ouvido! Pelo menos, nunca em sentido figurado! 
Já faz um tempinho isso mas, estava em uma festa, dançando com um amigo meu, quando, de repente, aparece uma moça, enfurecida, puxa-o e, fusila-me com o olhar e solta:
- Não mexa com minhas gavetas!
Ele, educadamente: - Não sou sua gaveta! 
E voltou a dançar comigo. 

Mas, desta vez, as gavetas (de verdade) iam ser jogadas do lixo.
Uma tinta colorida, dois ganchinhos por trás e aí estão elas... E vocês podem mexer à vontade!





segunda-feira, 2 de novembro de 2015

Torta de queijo (käseküeche)



Mais uma receita que aprendi com minha amiga portuguesa, Angelina, quando morei em Strasbourg. 
Como não temos o queijo branco (cremoso) muito comum por lá, faço com nosso queijo de minas mesmo e fica igualzinha.

Ingredientes
1 pacote de massa folhada,
500g de queijo Minas frescal,
250g de creme de leite fresco,
175g de açúcar refinado,
4 ovos,
42g de Maizena,
Essência de baunilha (opcional),
Raspas de 1 limão.


Modo de fazer.
Abra a massa em uma forma redonda, de 30 cm.
Bata o queijo no liquidificador, até formar um creme. Se precisar, junte um pouco de leite.
Reserve.
Bata as gemas com o açúcar, junte a Maizena, a baunilha, as raspas de limão, o creme de leite e o queijo.
Por último, acrescente as claras em neve e mexa delicadamente.
Despeje sobre a massa e leve ao forno preaquecido a 180°, por aproximadamente 45 minutos.
Quando tirar do forno, coloque em uma grelha, ainda na forma, virada ao contrário, até esfriar.
Desenforme e cubra com açúcar glace.
Sirva gelada, pura ou com uma calda de frutas.



quinta-feira, 3 de setembro de 2015

"Casamento, modo de usar"

Tirado daqui, ó!
Achei tão bom, mas tão bom, que quero publicar aqui pra não perder mais!

"Case-se com alguém que adore te escutar contando algo banal como o preço abusivo dos tomates, ou que entenda quando você precisar filosofar sobre os desamores de Nietzsche.
Case-se com alguém que você também adore ouvir. É fácil reconhecer uma voz com quem se deve casar; ela te tranquiliza e ao mesmo tempo te deixa eufórico como em sua infância, quando se ouvia o som do portão abrindo, dos pais finalmente chegando. Observe se não há desespero ou  insegurança no silêncio mútuo, assim sendo, case-se.
Se aquela pessoa não te faz rir, também não serve para casar. Vai chegar a hora em que tudo o que vocês poderão fazer, é rir de si mesmos. E não há nada mais cruel do que estar em apuros com alguém sem espontaneidade, sem vida nos olhos.
Case-se com alguém cheio de defeitos, irritante que seja, mas desconfie dos perfeitinhos que não se despenteiam. Fuja de quem conta pequenas mentiras durante o dia. Observe o caráter, antes de perceber as caspas.
Case-se com alguém por quem tenha tesão. Principalmente tesão de vida. Alguém que não lhe peça para melhorar, que não o critique gratuitamente, alguém que simplesmente seja tão gracioso e admirável que impregne em você a vontade de ser melhor e maior, para si mesmo.
Para se casar, bastam pequenas habilidades. Certifique-se de que um dos dois sabe cumpri-las. É preciso ter quem troque lâmpadas e quem siga uma receita sem atear fogo na cozinha; é preciso ter alguém que saiba fazer massagem nos pés e alguém que saiba escolher verduras no mercado. E assim segue-se: um faz bolinho de chuva, o outro escolhe bons filmes; um pendura o quadro e o outro cuida para que não fique torto. Tem aquele que escolhe os presentes para as festas de criança e aquele que sabe furar uma parede, e só a parede por ora. Essa é uma das grandes graças da coisa toda, ter uma boa equipe de dois.
Passamos tanto tempo observando se nos encaixamos na cama, se sentimos estalinhos no beijo, se nossos signos se complementam no zodíaco, que deixamos de prestar atenção no que realmente importa; os valores. Essa palavra antiga e, hoje assustadora, nunca deveria sair de moda.
Os lábios se buscam, os corpos encontram espaços, mas quando duas pessoas olham em direções diferentes, simplesmente não podem caminhar juntas. É duro, mas é a verdade. Sabendo que caminho quer trilhar, relaxe! A pessoa certa para casar certamente já o anda trilhando. Como reconhecê-la? Vocês estarão rindo. Rindo-se."
Diego Engenho Novo

quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Bolo de pera com gorgonzola

Se já fez a quiche de pera com gorgonzola, experimente variar um pouco e fazer um bolo:

Ingredientes

2 peras;
50 gramas de nozes picadas;
180 gramas de farinha de trigo;
1 colher (de sobremesa) de fermento químico;
120 gramas de gorgonzola;
3 ovos;
2 colheres (de sopa) de creme de leite fresco;
Pimenta e noz moscada a gosto. 

Modo de fazer

Preaqueça o forno a 200°. Descasque as peras, retire as sementes e corte-as em pedaços. Esmague o gorgonzola, deixando pedaços. Misture a farinha, o fermento, a pimenta e a noz moscada. Faça um buraco e despeje os ovos, o creme, as peras e o gorgonzola.
Mistura bem e despeje em uma forma untada e enfarinhada.
Leve ao forno por 35 a 40 minutos.




sábado, 29 de agosto de 2015

Faz muito tempo...

Sim! Faz muito tempo desde a última publicação!
Muita coisa aconteceu desde então! 
Eu penso que continuo a mesma - um pouquinho mais velha (assumindo meus cabelos brancos!), meio cansada, mas, ainda com muita vontade de aprender...
Para isso, acabei me matriculando em um curso de gastronomia. Um semestre já vencido, continuo animada para os 2 1/2 que faltam. Quem sabe sai alguma coisa daí?
Meu cantinho, lá em Moeda, está de cara nova e ainda se preparando para novas mudança! Como diz o Lenine, "a vida não para"! 
E já que a gente também não pode nem pensar em parar, o jeito é encontrar novas formas de viver, no meu caso, procurando mais e mais a simplicidade. Muitas idéias que, espero, eu consiga por em prática. 
Então, pra recomeçar, um pouco de "Paciência"...





domingo, 15 de junho de 2014

Pão de centeio com manjericão

Ou, fazendo e aprendendo...
Outro dia fui fazer um pão de centeio e fiz a massa com a consistência normal, soltando das mãos. Demorou a crescer e, mesmo eu tendo deixado "dobrar de volume" o pão ficou pesado! Saboroso, mas pesado.
Já falei que sou teimosa e, é claro, não ia deixar uma farinha ganhar essa disputa!
Há alguns dias, resolvi "ressucitar" um livrinho que tenho desde 1986.



Achei a receita do "levain" à base de fermento biológico.
O segredinho, é pegar um pedaço da massa de pão (farinha, fermento fresco e água morna) antes de acrescentar o sal e fazer dele a sua massa mãe ou o chefe.
Deixe esta massa crescer 12 horas, a uma temperatura entre 15° e 20°, em uma vasilha coberta com um pano.
"Refresque" a massa com 40% de água e 60% de farinha.
Deixe descansar por mais 12 horas e, a partir daí, você pode fazer seu pão, usando 4 medidas de farinha para 1 medida do "levain" e duas medidas de água.

Na verdade, como não tive muito tempo, só fui "alimentando" meu "levain" todo dia e verificando se o aspecto era bom. Deu certo pois, uma semana depois êle estava perfeito!







O pão...

Ingredientes
1 medida de "levain";
2 medidas de água morna;
2 medidas de farinha de centeio;
2 medidas de farinha de trigo;
1 colher (de sopa) de sal;
1 colher (de sobremesa) de açucar;
1/2 xícara (de chá) de manjericão picado.

Modo de fazer
Despeje a água, lentamente, nas bordas da vasilha onde se encontra o l"levain" para soltá-lo. Vire-o em uma outra vasilha maior e acrescente as farinhas de centeio e de trigo.Misture bem e deixe crescer até dobrar de volume. A massa ainda deve ficar bem mole.
Sove-a bem sobre uma superfície enfarinhada, acrescentando mais farinha até que ela comece a soltar das mãos. (Note que a massa com a farinha de centeio deve ser mais mole do que a massa de farinha de trigo). Se quiser, neste ponto, reserve um pouco da massa para fazer um novo "levain".
Acrescente o sal, o açúcar e o manjericão, sove mais um pouco e coloque nas formas untadas e enfarinhadas.
Deixe crescer novamente, faça cortes na massa com uma faca (eu uso um estilete) e leve ao forno, pré aquecido a 250°, não esquecendo de por junto uma vasilha com água fervente, para que se forme o vapor dentro do forno.
Retire quando estiver dourado.









Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...